terça-feira, 2 de abril de 2013

Ma che!

Sabádo estou ali preguiçosa quando vejo um folhetinho, desses que entregam em farol, na fruteira da casa do Nonô.Agora por lei além do anúncio de um lançamento de MAIS UM prédio na redondeza, eles devem ter conteúdo informativo também. Fui dar uma fuçada sem a menor pretensão no que estava escrito, e me deparei com uma chamadinha para uma exposição no Museu da Casa Brasileira, ali na Faria Lima: Giugiaro - 45 anos de design italiano, data: até 31 de março, opa, hoje é 30! Fui!
Na minha humilde opinião, se existe um design importante, funcional e bonito nesse planeta, é o italiano. E Giorgetto Giugiaro, tem uma grande contribuição neste departamento. Este senhor, nada mais é que o Designer Automotivo do Século (prêmio ganho em 1999). Assinou criações como Alfa Romeo 159, o Golf, o Uno, o Passat, o Audi 80, Palio, Punto, Idea e muitos (mas muitos) outros. Na exposição, além de pontuar bem os carros, vi que ele foi muito além disso. É designer da Nikon há mais de 30 anos, participou do projeto do trem italiano de alta velocidade ETR 600 Frecciargento, do Atrium (pavilhões de exibição temporários dos Jogos Olímpicos de Inverno de Turim 2006), entre tantos projetos fantásticos! Não digo que vale a pena a visita pois a mostra já acabou, mas se estiver interessado, vale a pesquisa sobre o cara. Aliás, os caras! Fabrizio Giugiaro seguiu os passos do pai e se tornou outro grande designer e também teve participação no evento.
Para incentivar sua pesquisa, digo que os Giugiaro são profissionais que não se preocupam somente com a beleza estética do trabalho em questão, aliás se você pensa que desing é só "deixar bonitinho" está pra lá de enganado meu caro! O trabalho deles tem toda uma preocupação funcional bem detalhada, como o conforto do mobiliário dos trens partindo da premissa de que o verdadeiro luxo de uma viagem está no conforto de seus passageiros, ou o cuidado na escolha dos materiais empregados na estrutura principal do Atrium (projeto temporário) - madeira, aço escovado e vidro - para não chocar o contexto urbano da cidade. Tudo isso sem perder o envolvimento com a "arte" que é desenhar. Disse ele: "...o design e a arte são mundos próximos que, às vezes, se sobrepõem...".


Algumas imagens da exposição. Como disse fui de última hora, então o que tinha na mão era o bom e velho celular que quebrou o galho, portanto, me desculpem pela qualidade das imagens...:S




Logo na entrada o W12 - Volkswagen
 Aztec com motor Audi
Golf - Volkswagen
 Saindo do mundo automobilístico - Cadeira Sabrina - Okamura
 Bicicleta Blouson - Bridgestone
E olha só! Máquinas de costura! Logica - Necchi
  Trem de alta velocidade ETR 600 Frecciargento
Atrium - Turim (Jogos de inverno/2006)

Gostei desta história de falar sobre grandes designers, e você, gostou de ler? Quer ver mais por aqui?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por seu comentário!